SP chama empresas para modernizar Anhembi.


A Prefeitura de São Paulo abriu nesta segunda-feira (17) um chamamento público para tentar viabilizar uma parceria para modernização, ampliação e manutenção do complexo do Anhembi, na Zona Norte.
Segundo o presidente da SPTuris, Wilson Poit, a ideia é ouvir o mercado nos próximos 120 dias e receber propostas.
“Queremos sentir a temperatura do mercado, a gente imagina um edifício-garagem, uma revitalização do pavilhão, com climatização, melhor instalação elétrica, uma instalação de TI, talvez mais um prédio de hotel e uma interligação com o Metrô", disse.
Ainda não está definido o modelo econômico a ser adotado. Segundo o secretário, pode ser uma Parceria Público-Privada (PPP) ou uma sociedade, por exemplo.
A estimativa de investimento por parte do parceiro é de R$ 1,5 bilhão, segundo Poit, valor que não está fechado, de acordo com o secretário.
O prefeito Fernando Haddad afirmou que o Anhembi não pode ficar para trás em relação a concorrentes como os centros de exposições Center Norte, o Transamérica Expo Center e o São Paulo Expo, na Rodovia dos Imigrantes, que pertence ao governo do estado e está sendo reformado e ampliado pela iniciativa privada.
"Nós temos concorrentes (...). Se nós não modernizarmos o Anhembi, ele vai ficar obsoleto", disse Haddad.
O complexo recebe em média 300 eventos por ano, o que rende um bom faturamento para a Prefeitura de São Paulo.
O complexo
A área do parque é de 400 mil metros quadrados. Já a área passível de exploração neste chamamento é de 300 mil metros quadrados. As modificações deverão respeitar a vocação do pavilhão de exposições.
A área objeto do chamamento inclui o Pavilhão de Exposições, o Palácio de Convenções, o Auditório Elis Regina e o estacionamento. O Sambódromo do Anhembi, onde ocorrem os desfiles do carnaval, não faz parte do projeto.
Trata-se do segundo chamamento público relativo à área. Em janeiro, o prefeito Fernando Haddad (PT) abriu um chamamento para encontrar interessados em construir uma arena fechada com capacidade para 20 mil pessoas – o chamamento ainda está aberto.


Fonte: g1.globo.com