Operação contra o aborto tem 71 presos no Rio.


Em outubro de 2014, a Polícia Civil do Rio de Janeiro deflagrou a Operação Herodes, após 15 meses de investigações, resultando na prisão de 71 pessoas acusadas de prática de aborto ilegal no estado. Os números foram apresentados pela chefe da Corregedoria Interna, Adriana Mendes, à CPI das Clínicas de Aborto da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), nesta semana, durante audiência pública no Palácio Tiradentes.

Campo Grande, na Zona Oeste, Copacabana e Botafogo, na Zona Sul, Tijuca e Bonsucesso, na Zona Norte, e Rocha e Guadalupe, no Subúrbio, eram os locais de atuação dessas quadrilhas, que chegavam a realizar até dez procedimentos por dia.


Fonte: g1.globo.com