Pezão admite erro da PM em ação que matou garoto.


O governador Luiz Fernando Pezão admitiu nesta segunda-feira que a Polícia Militar confirmou que houve erro na ação que resultou na morte do menino Eduardo de Jesus, de 10 anos. A criança foi baleada na cabeça no Conjunto de Favelas do Alemão, Zona Norte do Rio.

“Foi uma atuação errada. A PM apresentou os policiais e viu pela localização que tinha tido um erro ali. Quem investigou, quem viu, e quem fez esse trabalho foi a polícia. Agora está se apurando”, declarou Pezão após participar de um evento na Câmara de Comércio Americana do Rio (AmCham Rio), em Copacabana.

Pezão disse que o caso é “lamentável”. “É muito triste ver um garoto de 10 anos perder sua vida ali, assim como a dona Elizabeth”, destacou o governador, lembrando também da morte da dona

de casa Elizabeth Alves de Moura, baleada dentro de casa durante operação policial no Alemão.


Fonte: g1.globo.com